Psicologia do Desporto

Página

1.       O que é a Psicologia do Desporto e da Actividade Física?

A Psicologia do Desporto surgiu entre o final do século XIX e o início do século XX, onde numa primeira fase as preocupações centravam-se, sobretudo, na observação, descrição e explicação dos factores psicológicos que influenciavam a actividade física e desportiva; numa segunda fase a predição e o controle do rendimento desportivo caracterizavam a actividade do psicólogo do desporto e finalmente uma terceira fase, actual, onde a preocupação predominante centra-se na optimização do rendimento desportivo.

Actualmente a Psicologia do Desporto e da Actividade Física é uma área de aplicação da psicologia que procura compreender os pensamentos, emoções e comportamentos de todos os praticantes e outros agentes envolvidos na prática do desporto, exercício e actividade física, independentemente dos seus objectivos se centrarem no desempenho desportivo ou na prática da actividade física como estratégia de promoção da saúde, bem-estar e qualidade de vida.

2.       Para quê que serve a Psicologia do desporto?

Se as condições físicas, parecem ter sempre uma importância muito grande, quando dois atletas têm o mesmo valor físico (ou resultados muito semelhantes) são os factores psicológicos que podem decidir o resultado.

A psicologia enquanto área de intervenção, privilegia grande parte da sua acção na educação e treino de competências psicológicas, facilitadoras da actuação do sujeito neste tipo de contexto.

Deste modo, a Psicologia do Desporto e da Actividade Física é uma das áreas de Psicologia mais fortemente direccionada para a prevenção e para a saúde e bem-estar psicológico dos indivíduos. áá

3.       A psicologia resulta? Melhora o quê?

O factor psicológico pode ser decisivo num resultado desportivo. O controlo emocional, o auto-controlo, o auto-domínio, o conhecimento de si, são factores importantes para se obter uma boa performance.

4.       Onde aparece a psicologia?

Na aprendizagem (aprender) e no treino (aprender e melhorar); na preparação para a competição, onde o atleta toma consciência dos problemas e dificuldades que vão surgindo, aprendendo a controlar as emoções e as técnicas para melhorar o seu rendimento; na competição, mais difícil de intervir, no entanto, o atleta pode ser informado sobre o seu comportamento (erros e virtudes) e por fim após a competição, com uma análise do rendimento do atleta e feedback correctivo e positivo.

5.       O Psicólogo do Desporto:

O psicólogo age em “segredo profissional”, ou seja, não divulga publicamente os resultados ou apreciações acerca dos atletas, equipa, clube, e serve sobretudo para ajudar nas necessidades dos atletas/treinadores.

6.       ááPapel do Psicólogo de Desporto:

O papel do Psicólogo em contexto desportivo pode ser: na área da investigação, destinada a contribuir para o avanço e desenvolvimento da teoria e do conhecimento; na área da formação e ensino e o mais habitual, no apoio a desportistas, equipas, treinadores, árbitros e organizações desportivas tendo em vista o desenvolvimento de competências psicológicas para a optimização do treino e do rendimento desportivo.

7.       Valores da psicologia do desporto:

 Um dos valores fundamentais da Psicologia do Desporto é possibilitar formação no domínio das competências psicológicas a todos aqueles que estão envolvidos em contextos desportivos e de exercício físico, por forma a ajudá-los a atingirem os seus objectivos, sejam eles a optimização do rendimento, uma vida mais saudável ou o divertimento e satisfação provenientes da participação na actividade física.

 

            8. Áreas de intervenção em Psicologia do Desporto e da Actividade Física

  1. Motivação
  2. Comunicação Treinador-Atleta
  3. Visualização Mental (imagética)
  4. Relaxamento
  5. Dinâmica de Grupos
  6. Atenção
  7. Concentração
  8. Formulação de Objectivos
  9. Assertividade
  10. Competências Emocionais
  11. Optimização de Competências (pessoais/socais)
  12. Liderança
  13. Treino de controlo da Respiração
  14. Lesão
  15. Ansiedade pré competitiva
  16. Preparação psicológica para as Competições

 

As consultas são da responsabilidade da Dr.ª Rubina Araújo Vieira – Área Clínica e de Desporto e Actividade Física.

 

“A maior descoberta da minha geração foi que o ser humano pode alterar sua vida

 mudando a sua atitude mental”
(William James)

Anúncios